24/11/06

POEMA DE AMOR

Esta noite sonhei oferecer-te o anel de Saturno
e quase ia morrendo com o receio de que não
te coubesse no dedo

Jorge Sousa Braga

1 comentário:

nelson d'aires disse...

este poema é lindo mesmo.