18/09/07

Pela Porta

Acabei hoje de ver um filme sobre um escritor que me ensinou bastante sobre algumas coisas. Num momento deste magnífico filme, o protagonista diz em relação a um assassino, sobre o qual lhe perguntam se se tornou seu amigo: «é como se ambos tivessemos vivido na mesma casa» - referindo-se à infância - «só que eu saí pela porta da frente e ele saiu pela porta de trás».

1 comentário:

Manuel Bento disse...

...importa acima de tudo é que haja sempre uma porta...

Abraço